Coordenado pela fisiatra Angélle Jácomo, pelo neurologista Welber Oliveira e pela fisioterapeuta Fernanda Maria Rachid, todos especialistas em dor, foi inaugurado no dia 28 de junho, em Brasília (Asa Sul), o Centro Especializado em Hipermobilidade e Dor (CEHD).

Centro CEHD
Crédito da Imagem: Jornal de Brasília

Publicação Original: Redação Jornal de Brasília
Fonte: Jbr – Jornal de Brasília

O CEHD É o primeiro serviço especializado em Hipermobilidade Articular e suas consequências do Brasil.

“Cada patologia exige um tipo de tratamento específico. Na reabilitação dos pacientes hipermóveis, por exemplo, nosso foco está no controle da dor e na reabilitação através de exercícios direcionados. Além disso, ensinamos a propriocepção (capacidade do indivíduo de identificar e perceber seus movimentos articulares no espaço) porque eles são desequilibrados e precisam aprender os movimentos corretos até no andar, bem como ao fazer exercícios físicos”, diz Rachid.

Até recentemente, a Síndrome de Ehlers-Danlos (SED) ou a hipermobilidade era um nome que suscitava pouca relevância ou urgência no mundo da dor. Eu mal sabia que vinha tratando mais casos de SED em pacientes que foram encaminhados ao meu consultório inicialmente para diagnósticos mais comumente reconhecidos, como fibromialgia, degeneração da coluna e enxaqueca resistente. O diagnóstico de EDS tornou-se mais evidente à medida que mais pacientes iniciaram a procura pelo tratamento.

Para evitar as complicações causadas pela hipermobilidade e identificar causas de dores crônicas o diagnóstico preciso é fator fundamental.

O tratamento Síndrome de Ehlers-Danlos (SED) ou a hipermobilidade depende de um diagnóstico preciso e do trabalho multidisciplinar entre médicos e fisioterapeutas e apresenta alguns sintomas predominantes.

Apesar das pesquisas internacionais apontarem que há uma grande quantidade de pessoas hipermóveis e que a Síndrome de Ehlers-Danlos (SED) é um fator importante na perda da qualidade de vida dos pacientes, existem poucos médicos especializados nesta área.

Preconceito com os portadores da Síndrome de Ehlres-Danlos

Centro Especializado em Hipermobilidade e Dor (CEHD)

O objetivo do centro é reabilitar o paciente com hipermobilidade e SED, fibromialgia, dor de cabeça ou dor crônica para que ele volte a ter qualidade de vida. O tratamento é realizado com medicação e fisioterapia. A equipe é formada por fisiatra, neurologistas, cardiologista, cardiologista pediatra, endocrinologista, ortopedista, clínico da dor e fisioterapeutas.

Entre os vários procedimentos realizados no CEHD estão os exames de infiltração articular, infiltração de ponto gatilho, terapia por ondas de choque, como laserterapia, eletroneuromiografia e ecocardiograma, além de outros.

Para maiores informações visite o Website do Centro Especializado em Hipermobilidade e Dor (CEHD). Clique aqui.

Convênios do CEHD

O Centro Especializado em Hipermobilidade e Dor (CEHD) atende a diversos convênios, entre os quais Saúde BRB, GEAP, Prevent Senior, entre outros. Para maiores informações sobre os convênios, acesse a página de convênios do Centro. Clique aqui.

Doenças raras e hipermobilidade no SUS

O Portal Sedianos.Org publicou matéria sobre o atendimento às doenças raras pelo Sistema Ùnico de Saúde (SUS). Na matéria há informação de que hospitais de todo o país atuam tanto na assistência quanto no ensino e em pesquisas e é importante que os portadores de doenças raras, como a Síndrome de Ehler-Danlos e Hipermobilidade, procurem os locais informados para avaliar se realmente os serviços são fornecidos por equipe médica multidisciplinar.

LEIA MAIS SOBRE O ATENDIMENTO ÀS DOENÇAS RARAS NO SUS

Compartilhe agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atention Quer receber novidades de sedianos?

Obrigado! Você se inscreveu com sucesso em Sedianos.Org!

Ocorreu um erro ao tentar enviar sua solicitação. Por favor, tente novamente.

SEDIANOS.ORG will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.