De acordo com informações dos mais renomados especialistas os sinais e sintomas da Ehlers-Danlos variam amplamente. Por isso a necessidade de uma análise clínica mais detalhada.

Os sintomas predominantes incluem hipermobilidade das articulações, formação anormal de cicatrizes, ferimentos cicatrizantes, vasculatura frágil e pele lisa hiperextensível. A pele pode ser esticada vários centímetros, mas volta ao normal quando liberada.

Cicatrizes papiráceas largas frequentemente recobrem as proeminências ósseas, particularmente cotovelos, joelhos e tíbias; a cicatrização é menos grave no tipo hipermóvel. Pseudotumores moluscoides (crescimentos carnosos) frequentemente se formam sobre as cicatrizes ou nos pontos sob pressão.

Sintomas

A extensão da hipermobilidade articular varia, mas pode ser acentuada nos tipos artrocalasia, clássico e hipermobilidade.

É rara a tendência ao sangramento, embora o tipo vascular seja caracterizado por esgarçamento e ruptura vascular. Esférulas calcificadas no subcutâneo podem ser palpadas ou vistas à radiografia.

Quais são as características gerais dos sintomas da Síndrome de Ehlers-Danlos?

Referências:
https://www.msdmanuals.com/
https://ec.europa.eu/health/ph_threats/non_com/docs/portugal.pdf
https://abhh.org.br/pensegaucher/
https://fedra.pt/doencas-raras/

Compartilhe agora